terça-feira, 10 de setembro de 2013

Só no colo da mamãe

Nos primeiros meses de vida, o bebê tende a ficar bastante no colo da mãe. O problema é quando ele se acostuma tanto que não aceita outros lugares. Daí em diante o bebê chora quando é colocado em um carrinho ou no berço. O motivo disso é muito mais automático do que pensamos.O responsável por isto é o hormônio ocitocina. É ele que faz com que a mãe reconheça o filho e vice-versa, ele aumenta os laços da mãe com o bebê e está muito presente na primeira infância. Então, o hormônio ajuda de modo que o bebê queira fica só com a pessoa que ele tem mais capacidade de reconhecer. Apesar de ajudar na relação entre mãe e filho, a ocitocina também pode causar problemas. Isso porque algumas mães apresentam taxas elevadas deste hormônio, a ponto de criarem um sentimento tão forte pelo filho que não quer compartilhar o mesmo com as outras pessoas.
O desejo de não sair do colo da mãe leva um tempo para passar. Então, aqui vai uma dica: não adianta o bebê ficar 6 meses no colo e de repente, a mãe tentar adaptar o mesmo ao carrinho ou ao berço. O indicado é começar fazendo pequenos intervalos entre o carrinho e os braços, como por exemplo: o colo da mãe, o do pai e o carrinho. Outra dica, é tornar o local em que a criança vai ficar mais interessante. Brinquedos e objetos com luz ajudam bastante. E é claro que a presença da mãe é muito importante, mesmo quando o pequeno estiver no carrinho ou no berço. Se a mamãe ainda não se convenceu de que tem que resistir à tentação de pegar o seu filho no colo toda hora, é só lembrar que os tendões em volta dos ombros e cotovelos ficam pesados e o movimento de se abaixar para pegar a criança prejudica a lombar..
Bom gente, por hoje é só.. Espero que vc tenham gostado e que tenha ajudado. Obrigada pela visita, um grande beijo!

sábado, 24 de agosto de 2013

Gravidez.fm

Várias mamães gostam de mostrar seus filhos na internet,um site que é bem conhecido por mamães corujas é o ASK.FM.
Nele você faz perguntas,responde,tanto em anonimo,quanto logado.
Alguns ask's famosos:

http://ask.fm/amandaopl

http://ask.fm/thaimartelozzo

Ambas tiveram seus filhos cedo,recebem criticas e elogios,muitos apoios também.

Muitas escolhem fazer blogs como por exemplo:
http://vidamaterna.com/

http://vestidademae.com.br/

Um beijoo

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Cuidados com o bebê

Ola gente, hoje vou mudar um pouco o assunto, e dar atenção ao bebê. Vamos lá?


Durante nove meses as mulheres se preparam para a chegada de um bebê. São roupinhas, berço, a escolha da maternidade e do nome.
Parece que tudo está em ordem à espera que ele dê os ares de sua graça. Quando a criança nasce, porém, é sempre uma confusão em casa, especialmente se os pais são marinheiros de primeira viagem.
Horários das mamadas e do sono, o choro, as visitas, a ocasião adequada para um passeio, os banhos de sol, tudo é motivo de dúvidas e preocupações.
Será que meu filho dorme demais? Está com fome? Chora de cólica ou porque quer companhia? São tantas as perguntas e tão pouca a experiência quando se trata especialmente do primeiro filho. Nesses momentos, aparecem as avós para socorrer as mães que têm medo até de segurar a criança.

1. Por que o recém-nascido chora tanto?2. O que posso fazer para aliviar as cólicas?3. Qual o jeito certo de segurá-lo?4. É normal fazer cocô muitas vezes num único dia?5. Posso sair pra passear com ele?




Cuidar de um bebê não é um bicho de sete cabeças. Há uma telepatia indiscutível entre mãe e filho que a faz entender seu choro e necessidades. A mãe não deve esquecer, porém, que a educação de uma criança deve começar antes mesmo de ela nascer.
Agora, vão algumas dúvidas freguentes questionadas pelas mães:
O bebê chora porque quer alguma coisa. Os motivos variam: fome, fralda suja, frio, calor, posição desconfortável, incômodo, irritação por barulho ou luz, estresse diante da movimentação de adultos e por aí vai. É claro que, às vezes, o cansaço e a falta de sono podem fazê-lo perder a paciência. Mas lembre: essa é a única forma de expressão do pequeno. 

A cólica é um fantasma que habita o inconsciente coletivo das mães, já que ela realmente pode tornar a vida dos pais um tanto angustiante nas primeiras semanas de vida da criança. Mas não perca as estribeiras. As cólicas são normais. Fazem parte do amadurecimento natural do sistema digestivo do pequeno. E não adianta medicar ou dar produtos naturais. Isso pode ser até perigoso, causando intoxicações. O melhor remédio é o leite materno.
É normal: carregar um recém-nascido dá aflição. Até mesmo para a mãe. Afinal, segurar no colo alguém tão pequenino e flexível requer bastante cuidado – mas nada que você não tire de letra nos primeiros dias. Como a musculatura do pescoço é pouco desenvolvida, é preciso apoiar bem a cabeça e as costas do bebê. A melhor maneira de fazer isso é encaixar a cabeça na dobra do cotovelo e as costas no antebraço. Importante: nunca faça movimentos bruscos e preste atenção para não pressionar demais, ou bater, a parte superior da cabeça da criança, também chamada moleira, já que os ossos do crânio ainda não estão totalmente formados.
No começo, o bebê evacua a cada mamada. Como ele só se alimenta de leite, é absolutamente normal que as fezes sejam pastosas. Em alguns casos, podem até ser líquidas com gruminhos. Por isso, não precisa se preocupar: ele não está com diarreia. A cor também é bastante característica: amarelo-ouro.
Sim, desde que siga algumas regras básicas. A primeira delas, muitas vezes esquecida, é colocar a criança sempre na cadeirinha própria para transporte em automóveis. Outra: fuja de locais fechados e aglomerações, mesmo que seja na casa dos avôs. Um simples resfriado pode ter consequências mais sérias em um recém-nascido. O frio e o vento também podem ser bastante nocivos para o bebê. Procure agasalhar principalmente a cabeça dele. Mas sem exageros. Calor demais faz mal.
 Enfim é isso, espero que tenham gostado e que tenha ajudado, até a próxima.






quarta-feira, 14 de agosto de 2013

Principais mudanças na pele durante a gravidez

Para além da visível gloriosa barriga de grávida, a pele é a parte visível mais afetada pela gravidez. Descubra quais as principais mudanças que a sua pele pode desenvolver durante uma gravidez: as boas e as menos boas.

O brilho!
Pode parecer que não existe nenhum motivo aparente que provoque o belo brilho que emerge da pele de uma grávida, mas embora 10% da causa possa dever-se à felicidade, os restantes 90% são devidos a 2 fatores: o aumento do fluxo sanguíneo na gravidez, que faz com que os vasos sanguíneos, especialmente na face, provoquem um rubor juvenil; e as mudanças hormonais que fazem com que as glândulas sebáceas entrem em grande produção, juntando o brilho ao rubor transformando-a numa pele jovial e fresca.

Acne !

As mudanças hormonais que surgem com a gravidez também são por vezes responsáveis pelo surgimento de acne. É importante manter os poros da pele limpos, para isso use uma máscara natural ou um esfoliante à base de aveia.

Estrias !

É uma realidade… mais de 90% das mulheres desenvolvem estrias durante a gravidez. As estrias começam a surgir cerca do 2º trimestre de gestação. As estrias iniciam com uma inflamação que por vezes provoca comichão, tornando-se de cor avermelhada ou acastanhada. Surgem usualmente na zona do umbigo e podem expandir-se por toda a barriga numa espécie de padrão de bola de futebol. Poderão também surgir nos braços, mamas, ancas, coxas e nádegas. No final da gravidez elas permanecem, e com o tempo tendem a ficar esbranquiçadas.


quarta-feira, 31 de julho de 2013

abortos

Aborto muitos nao sabem o que se trata ou o  que é ...

Temos dois tipos de aborto:
  1. Aborto expontâneo: este aborto é quando uma mulher esta gravida esperando o filho e no caso o feto ou embrião morre e tem que retira-lo
  2. Aborto propositao: este aborto é quando uma mulher esta gravida e nao quer ter o filho então ela opta a abortar
Modos de aborto:
  • por envenenamento salino: um veneno que o bebe ingere e causa queimaçoes ate ele morrer em 12 hr







  • por sucção: insere-se um tubo no utero com a ponta afiada com uma força de sugar 28 vezes mais forte que um aspirador domestico, com isso vai despedaçando o bebe ate retira-lo do utero


por cesária: da mesma forma de um parto comum so que envez de salvar o bebe o mata!!

 



 

Camisinha

O que é essa tal de camisinha?

Impermeável, a camisinha é o único método de prevenção contra o vírus da Aids e outras doenças sexualmente transmissíveis  e ainda evita a gravidez indesejada. Mas basta usar o preservativo e pronto, a proteção está garantida? Segundo especialistas, não. 

Duas camisinhas funcionam?
Muitos adolescentes com medo das doenças ou dos bebês acabam usando duas camisinhas,uma em cima da outra,porém,não é recomendável,pois,pode furar com mais facilidade e sair.
Porém,o cuidado vem antes da cama,na loja,antes de comprar,procure se existe o selo do Inmetro,e se foi testada e aprovada,




Guardar a camisinha na bolsa ou no bolso dá certo?
Se ela estiver solta pode danifica-la,caso ela ainda esteja na embalagem é necessário aperta-lá e se seus dedos se tocarem facilmente,pode estar com dano.

Puberdade


Olá, você deve estar se perguntando , por que esse assunto ? Não tem nada haver com objetivo do blog ! Enfim, achamos que seria interessante abordar esse assunto, já que é oque jovens entre 13 e 17 anos passam. Mas enfim, oque é a puberdade ? puberdade é um período em que ocorrem mudanças biológicas e fisiológicas. É neste período que o corpo desenvolve-se fisica e mentalmente tornando-se maduro e o adolescente fica capacitado para gerar filhos. 



  Ela não deve ser confundida como sinônimo da adolescência, visto que a puberdade faz parte da adolescência. Nesta fase, são observadas mudanças tais como: crescimento de pelos, crescimento dos testículos e aparecimento dos seios.




Puberdade para os homens: 

O marco principal da puberdade para os homens é a primeira ejaculação, que ocorre em média aos 13 anos. Os primeiros sinais dessa transformação são, basicamente, o aumento no tamanho dos órgãos genitais, o nascimento da barba e o aparecimento de pelos na região pubiana, nas pernas, nos braços e no peito. Além disso, essas mudanças são acompanhadas de modificação da voz, a qual fica mais grave. O esqueleto se alonga, os músculos se enrijecem, o tronco e os ombros alargam e a pele se torna muito mais gordurosa, o que favorece o aparecimento da acne. É nessa época que os meninos já podem ter sua primeira ejaculação.

Puberdade para as mulheres :
A puberdade feminina se inicia, em geral, entre 11 e 14 anos, variando esse período de pessoa para pessoa. Em geral, a puberdade tem inicio com a primeira menstruação.Geralmente a partir dos dez anos a menina cresce vários centímetros em pouco tempo, sua cintura se afina, os quadris se alargam, os seios começam a avolumar-se e surge uma leve pilosidade no púbis e nas axilas.
Menstruação:
O primeiro sangramento menstrual é conhecido como menarca. No Canadá, a idade média da menarca é 12,72 e no Reino Unido é 12,9. O tempo entre períodos menstrual não é sempre regular nos dois primeiros anos após a menarca. Ovulação é necessária para a fertilidade, mas pode ou não acompanhar as primeiras menstruações.



Bom gente, é isso, espero que tenha ajudado, e tirado suas duvidas ! Até a próxima.